Pastéis de Belém – um (doce) ponto turístico em Lisboa

Os Pastéis de Belém são famosos no mundo todo e são um ícone de Portugal. O sabor faz sem dúvida jus à fama. O doce que é feito de natas sob uma base de massa folhada tem a receita original mantida em segredo. É possível comer o Pastel de Nata em muitos cafés e restaurantes em Portugal, mas os Pastéis de Belém são incomparáveis (sendo inclusive marca registrada – mais ninguém pode usar este nome por aqui). Além de serem os originais, tem a vantagem de serem servidos onde são fabricados. Quem já provou sabe qu estarem quentinhos faz toda a diferença. Há sempre também em cima da mesa açúcar e canela, que muitas pessoas gostam de polvilhar por cima do doce.

Pastéis de Belém

Atualmente o lugar tem várias salas para atender a quantidade de pessoas que passam por ali num dia. Ainda assim, muitas vezes há fila (não se preocupe, não costuma demorar). Lá dentro existe uma sala que tem uma das paredes de vidro, onde é possível observar a produção. Dizem que são produzidos 20.000 Pastéis de Belém por dia e 50.000 aos domingos! Para os que não querem comer ali, existe também a possibilidade de pedir no balcão “para levar”.

Pastéis de Belém

 

Mosteiro dos Jerónimos - Tuk Tuk Lisbon Tours

Queres conhecer os Pastéis de Belém?

Prove os deliciosos Pastéis de Belém enquanto aproveita o nosso passeio Tour Belém. Venha a bordo do nosso tuk tuk 100% eléctrico, e descubra Lisboa connosco!

+ info

 

Breve história dos Pastéis de Belém

Após a revolução liberal, as ordens religiosas foram banidas do país em 1834 e os monges do Mosteiro dos Jerónimos ficaram sem ocupação. Perante esta situação um monge anónimo teve a ideia de começar a vender os pasteis, que na altura eram comercializados numa pequena loja anexa à refinaria de açúcar que ali ficava. Alguns anos depois, em 1837, o local  abriu oficialmente as portas como Pastéis de Belém e a produção começou a ser feita toda ali. Reza a lenda que a receita original daquela época é a mesma até hoje.

Pastéis de Belpem

Na época Belém e Lisboa ficavam distantes, mas a Torre de Belém e o Mosteiro dos Jerónimos atraiam muitos visitantes, que logo se acostumaram a parar também nos Pastéis de Belém. Ainda hoje este é o caminho dos turistas pela região! Afinal, como resistir?

Também deves gostar destes posts:

Gostas deste post? Partilha com os teus amigos!

Pin It on Pinterest